jun 12, 2012
temperourbano

Um fim de semana em Serra Negra

 

Não tem nada melhor do que pegar o carro no fim de semana e fugir um pouco da rotina. Nosso último destino escolhido para isso foi Serra Negra, um lugar muito charmoso e acolhedor, que encanta tanto adultos como crianças.

Ficamos hospedado no Rosita Garden, localizado um pouco antes da entrada da cidade. O hotel deixou de ser spa faz um ou dois anos, portanto muitas dos espaços e serviços oferecidos antes estão inutilizados, o que deu uma impressão de ser mal cuidado.

Móveis e quartos, em geral, são bem antigos e percebe-se que muita coisa ali está deteriorada por falta de uso. Apesar disso, o hotel é bem aconchegante e muito agradável, pois tem um enorme jardim que envolve todo o espaço. O café da manhã, única refeição servida ali, deixou muito a desejar. Havia pouca variedade e os sucos sequer eram naturais.

Mas, falando agora da cidade, este é um passeio que você não pode deixar de ir. Seja para descansar, respirar um ar puro ou simplesmente se acabar nas dezenas de lojas de malha e roupas de couro. Uma perdição para as mulheres! Algumas ruas ficam parecendo a Rua José Paulino e é quase impossível estacionar.

Tirando esse lado comercial, há algumas atrações bem bacanas na cidade, como o teleférico que te leva ao Pico do Fonseca, onde fica o monumento ao Cristo Redentor (miniatura do Cristo carioca). Visitamos também o Alto da Serra, ponto mais alto da região e de onde (dizem que) dá para avistar 10 cidades.

Um passeio muito interessante que irá fascinar adultos e crianças é a Disneylândia dos Robôs, uma casa repleta dos mais esquisitos e surpreendentes robôs, muitos deles interativos, movidos à água e outros que não passam de belas sucatas. O lugar é um pouco estranho,  claustrofóbico e repleto de caminhos mega estreitos, mas é tão baratinho que vale a visita.

Sobre a parte gastronômica de Serra Negra, podemos dizer que em geral os restaurantes têm pratos muito bem servidos, sendo que o individual pode satisfazer muito bem duas pessoas. Desperdiçamos um bocado de comida nesse fim de semana por não saber disso!

Logo que chegamos, fomos a um animado bar chamado Rancho San Pietro, com direito a dupla sertaneja e tudo. Pedimos um sanduíche pra cada e nem aguentamos comer tudo porque já era muito tarde e o lanche era enorme e vinha muita batata frita. Fomos de Frango Depenado (R$ 12,90), com filé de frango, catupiry, queijo, milho, alface e tomate; e Jeguinho (R$ 12,90), feito com linguiça calabresa, queijo e vinagrete. Apesar do tremendo frio, não resistimos e tomamos uma Original (R$ 5,90) para acompanhar.

No dia seguinte almoçamos na Padaria e Confeitaria Serrana, que fica bem no centro da cidade. Caímos na besteira de pedir um prato pra cada e quase não conseguimos levantar da mesa de tão cheios! Quando terminei minha feijoada (R$ 18,90), olhei pra baixo e parecia que nem tinha relado na comida! O outro prato escolhido foi um Filé à Parmegiana (R$ 20) com arroz, salada e batata frita. Era tão grande que vem em uma travessa à parte. Pra completar, uma Original (R$ 6) que veio trincando de tão gelada! Fora o exagero, a comida daqui é maravilhosa e recomendamos muito.

À noite queríamos uma sopa para esquentar os ossos e optamos pela Cantina S. Marco. O caldo com capelletti saiu R$ 18 por pessoa, mas estava bem meia boca. Sorte a nossa que a fome beirava zero!

E você, já foi à Serra Negra? Deixe um comentário caso tenha alguma dúvida, curiosidade ou queira compartilhar sua experiência!

 

2 Comments

  • Há algum tempo minha esposa vem comentando que gostaria de ir à Serra Negra. Realmente é um belo destino para se descansar. Vou anotar as dicas para quando enfim dar um pulinho até lá!
    Abraços.

  • Mulheres sempre têm um motivo a mais para gostar de lá…é a cidade das malhas!!rs

Leave a comment

Contato

Quer entrar em contato com o blog? Então anote o nosso e-mail: temperourbano@gmail.com