mar 3, 2011
temperourbano

Sushi de banana

Quando eu li sobre esse restaurante, bati o olho rápido no nome entendi exatamente isso que escrevi no título. Quase morri porque, pra mim, só existe uma combinação boa de fruta com salgado e é melão com presunto cru. E só! O resto é tudo invenção que não deu certo, e isso inclui até a famosa goiaba com queijo.

O Banana Sushi é um lindo restaurante japonês que fica no Jardins. A decoração e o espaço foram o que mais me agradou ali. O ambiente não lembra muito os tradicionais restaurantes dessa culinária, exceto pelos inúmeros jornais Nikkey Shimbun colados na parede. O lugar possui diversos ambientes: você pode escolher se sentar próximo aos sushiman, nas mesas ao ar livre, no salão aos fundos da casa (que a noite deve ser bem animado, pois vi uma mesa de som no canto) ou na salinha reservada.

Para o tamanho do lugar, achei que há pouquíssimos garçons, mas talvez seja porque no almoço seja mais tranqüilo e não demande tanto serviço. O atendimento é comandado por um simpático, porém meio atrapalhado, senhor que veio pegar nosso pedido sem ao menos nos mostrar o cardápio.

A casa não tem a opção de rodízio, mas oferece um happy hour de variedade de petiscos (R$ 29,00) de segunda a sexta, das 18h às 20h, que inclui pastéis, bolinhos, croquetes, iscas de peixe, pururuca de salmão e mini temakis. Para acompanhar, você ainda ganha 2 chopps Devassa.

Nesse mesmo esquema, há a opção da Mini Temakeria (R$ 29,00), em que você pode provar a pequena variedade de temakis da casa à vontade no jantar de terça a sábado e almoço de sábado e domingo. São mais ou menos 10 opções de temaki: ovas de peixe, salmão com catupiry ou com cebolinha, salmão skin, spicy tuna (atum com pimenta biquinho e 7 spices), buri (buri com banana da terra e gergelim), camarão (camarão com fresco e lima da pérsia), salmão golden (salmão defumado com cream cheese), light (sem arroz) e mais uma ou duas opções a mais. Os valores dos temakis unitários variam de R$ 13,00 a R$ 18,00.

Temaki Salmão Golden

Apesar de ter poucas opções no cardápio, não tenha vergonha de pedir um temaki ao seu gosto. Talvez não venha tão caprichado, ou eu que dei azar mesmo. Pedi um de camarão com catupiry (que não tem no cardápio) e veio algo bem sem graça.

A casa ainda oferece boas entradas, como porções de guioza de salmão ou vegetariano (R$ 15,00 6 unid.), shimeji na manteiga (R$ 23,00), harumaki de camarão (R$ 15,00 6 unidad.), tempurá de camarão (R$ 32,00), uramaki de camarão (R$ 25,00 8 unid.), entre outros.

O maior ponto negativo do restaurante, entretanto, ficou para o serviço de vallet que custa nada menos que R$ 20,00. Isso mesmo que você leu, não fiquei louca não. Eles cobram esse absurdo para estacionar o seu carro (na rua).

Banana Sushi
www.bananasushi.com.br
Rua Joaquim Antunes, 234
Jardins

fev 24, 2011
temperourbano

Os segredos da região da Puglia

 

Eleita três vezes pela Veja SP como a melhor cantina de São Paulo e portadora do selo internacional Ospitalità Italiana, conferido pela União das Câmaras de Comércio Italianas, Pasquale é um simples restaurante que tenta resgatar traços da região da Puglia, sul da Itália. O restaurante começou como uma pequena loja de antipastos que, com o sucesso, foi crescendo até se transformar nesta casa da Rua Amália de Noronha, bem em frente à famosa loja de presentes Cesar Bertazzoni.

Caso chegue ao restaurante e encontre uma pequena fila, não desanime. Sente no bar e deguste o que mais vale a pena e o que há de mais tradicional na casa, os antepastos. Capaz de você sair de lá satisfeitíssimo antes mesmo de provar uma das massas. Ali você poderá encontrar alcachofra, alicella, berinjela grelhada, copa, sardela, entre outras deliciosas opções. Mas, o que você não pode mesmo deixar de experimentar é o involtini de berinjela (rolinhos recheados de tomate seco, alcaparra e alichela). Todos os antepastos são orgulhosamente preparados ali mesmo e cada 100g custa R$ 8,80.

O restaurante não serve apenas massas, mas se eu fosse você não as trocaria por nada.  Experimentei 3 opções: Linguiça (linguiça toscana desmanchada em pedaços com molho de tomate), Caprese (massa com tomatinhos crus, alho, azeite, mozzarellas de búfala, folhas frescas de manjericão e pecorino romano) e Carbonara (massa com pancetta ou bacon, ovo e queijo pecorino romano). Todos vêm com a indicação de que tipo de massa combina mais com o prato.

O prato campeão foi o Carbonara, eleito por unanimidade entre todos da mesa. De tão bom que é, até mereceu segunda rodada. Quando voltar lá, não pensarei duas vezes antes de pedir ao garçom este, que foi o melhor Espaguete à Carbonara que já comi na minha vida.

Vamos aos valores! A casa é conhecida por oferecer preços bem acessíveis, mas não achei o tempero tão suave assim. Os pratos de massa, apesar de bem servidos (porções de 200g), são individuais e custam de R$ 27,00 a R$ 40,00.

A casa oferece no segundo andar uma boa coleção de vinhos. Como estava muito calor no dia em que fomos, optamos por ficar na cervejinha. Infelizmente, no cardápio você só vai encontrar cerveja long neck (R$ 4,60), mas pelo menos há boas opções, como Brahma, Bohemia, Heineken, Malzbier, entre outras.

O restaurante não trabalha com serviço de valet, mas tem parceria com três restaurantes da rua. Dica importante: a casa não abre aos domingos!

Pasquale Cantina
Rua Amália de Noronha, 167 – Pinheiros
www.pasqualecantina.com.br

fev 22, 2011
temperourbano

Punto GELADO

 

Esta sorveteria fechou!!

O pequeno ponto da Rua Barão da Passagem guarda o refrescante segredo dos cremosos sorvetes italianos da Sottozero. A Punto Gelato oferece deliciosas opções de frutas para o verão, como os sorvetes de maracujá, pêra, açaí, limão, papaia, tangerina, entre outros.

Dispostas em casquinhas, copinhos ou taças, as bolas de sorvete são bem servidas e não deixam a desejar. O preço não é dos mais baratos, mas como qualidade custa, e custa caro, vale o que você paga. Copinho ou casquinha de 2 sabores (115g) sai por R$7,00, enquanto que o de 3 sabores (160g) fica por R$9,00.

Caso queira levar para casa esta delícia, a casa vende potes de 1/2 quilo (R$20,00) e de 1 quilo (R$38,00). Além dos sorvetes de massa, há também os já conhecidos picolés da marca nas opções de pistache, chocolate, chocomenta, manga, limão, morango, avelã, entre outros.

Além de sorvete, o lugar possui um pequeno cardápio de bebidas que inclui algumas variações de capuccino, cafés, chococreme e chá.

Punto Gelato
Rua Barão da Passagem, 1468
Vila Leopoldina

fev 14, 2011
temperourbano

O lado italiano de Higienópolis

 

O escolhido deste fim de semana foi o Antonietta, um pequenino e aconchegante restaurante italiano de Higienópolis. O local lembra mais uma casa, ainda mais com a porta que se mantém sempre fechada por causa do ar condicionado e te faz pensar duas vezes antes de entrar.

O lugar fica bem atrás do Cemitério da Consolação, no número 402 da Rua Mato Grosso, um reduto gastronômico bem charmoso de São Paulo. A rua é tranqüila e, caso não goste de deixar o carro na mão de manobristas, achará facilmente a noite uma vaga na rua.

O restaurante possui pouquíssimas mesas, mas como não parece ser muito cheio, não precisa se preocupar com fila de espera. A cozinha é aberta para o salão, o que permite ver os cozinheiros preparando os seus pratos. Souberam mesclar muito bem esses dois ambientes, criando um clima bem prazeroso, sem deixar você com a sensação de que está comendo dentro da cozinha, como eu sinto quando vou ao Skye Bar, no hotel Unique.

De entrada, comi os antepastos, que eram abobrinha (uma delícia, por sinal), sardela, manteiga e um mix de pimentão, berinjela e cebola. Pedimos também uma cesta de pão italiano, que por incrível que pareça, não está incluso nos antepastos e, portanto, é cobrada a parte.

 

Um dos pratos mais conhecidos da casa é o Gnocchi de abóbora com molho de tomate e molho de creme de leite com camarão (R$46,00). Como eu não resisto experimentar sempre a especialidade da casa, optei por este prato, mas não sei se voltaria a escolhê-lo em uma próxima vez. Depois de algumas garfadas, a abóbora já começou a me enjoar. Não que seja ruim, este é apenas um palpite pessoal. O molho é simplesmente uma delícia e os camarões então, não preciso nem dizer.

O outro prato que pedimos foi o Peixe Saint Peter com fundo de alcachofra e crostine de batatas (R$46,00). O prato é gostoso, a apresentação é linda, mas não o achei muito saboroso. Nada que tenha me despertado a vontade de repetir a experiência.

Saí de lá com a sensação de que a relação custo-benefício fica um pouco desfavorável.

As opções de sobremesas não são muito fartas – tem apenas seis – e também não me agradaram muito, mas acabamos provando  a Panacota com calda de frutas silvestres e o Pavê Branco. Os doces são bons, mas estaria mentindo se dissesse que não pode deixar de experimentar um deles.

Antonietta
www.antoniettarestaurante.com 
Rua Mato Grosso, 402 – Higienópolis

fev 8, 2011
temperourbano

Vai um temaki aí?

 

Com exceção da Temakeria e Cia, toda vez que eu vou a uma, arrependo-me depois de ver que, com o valor da conta, eu poderia ter ido a um rodízio de comida japonesa. Esse é o único lugar em que saio feliz depois de pagar mais de 40 reais para comer apenas temakis. É que o temaki lá, além de ser muito bom, é beeem grande!

Eu costumo ir sempre à unidade do Itaim (Rua Joaquim Floriano, 307), o que talvez não seja a melhor opção, uma vez que a fila lá é de fazer qualquer um perder a fome. Caso queira arriscar, chegue antes das 21 horas, a chance de ter que ficar esperando é bem menor!

Os meus temakis preferidos são o de Hot Holl (empanado de kani, cream cheese e salmão com molho tare), que custa R$ 13,30; e o famoso Temaki Mauro Naves (empanado de salmão com camarão e cream cheese), que sai por R$ 18,90. Confiem em mim e vocês não vão se arrepender!

Para quem não abre mão do salmão cru, há o tradicional Salmão Completo (com cebolinha e maionese), que custa apenas R$ 12,60 o maior (150g), mas há também opções mais interessantes, como o Salmão com Camarão Empanado (R$ 19,50), Salmão com Shimeji, Salmão Tataki (batido com cebolinha e gari) e Salmão Spice (com tabasco ou pimenta dedo de moça).

O cardápio oferece também uma grande variedade de Temakis Especiais, que são feitos com ovas de arenque, salmão ou de peixe voador. Os com camarão também pertencem a essa parte do menu.

E para quem quer apreciar outras especialidades da comida japonesa, o restaurante possui muitas variedades de pratos que vão desde os básicos yakissobas, até os sashimis e os enrolados (uramakis e hossomakis).

O lugar vale a pena não só pela comida, mas porque o ambiente é agradável e bem agitado. O público que costuma frequentar a unidade do Itaim é bem jovem, principalmente se você aparece por lá depois das 22 horas. O atendimento é eficiente e bem rápido, mesmo com muita forma fila na porta.

Dica importante: Para não darem de cara com a porta, que nem eu, saibam que o restaurante do Itaim não abre aos domingos. Os outros endereços eu não sei, então, se souberem, contem para mim.

fev 2, 2011
temperourbano

De volta ao Rancho!

 

A unidade da Av. Bandeirantes fechou.

Como eu disse no primeiro post sobre o Rancho da Traíra, este é um restaurante que pretendia voltar em breve. E foi isso o que fiz! Semana passada fui jantar lá novamente e, apesar da Tilápia à Parmegiana ser muito boa e barata, eu precisava experimentar outra opção para contar aqui para vocês.

O escolhido da vez foi a Truta Grelhada com arroz, brócolis, alcaparras e batata sauté (R$ 51,80). Acertei o pedido em cheio! O prato é uma verdadeira delícia, bem preparado e a porção é muito bem servida: dá para duas pessoas comerem muito bem! Dessa vez não vou ficar devendo uma foto do prato pra vocês. Mas não se assustem, o que está aí é só o que o garçom me serviu, não o prato inteiro!

Fica aqui mais uma dica de um tempero bom e barato. Espero que aproveitem!

 

fev 1, 2011
temperourbano

Paladar árabe

Fui conhecer semana passada o tal rodízio árabe do Folha de Uva que eu tanto ouço falar na rádio Nova Brasil FM e realmente é muito bom. Comida árabe está longe de ser uma das minhas prediletas, então mais um motivo para acreditarem que o restaurante vale a pena.

O rodízio oferece uma boa variedade de pratos quentes, como abobrinha recheada (uma verdadeira delícia), berinjela recheada (outra tentação), folha de uva (óbvio), kafta, alguns tipos de arroz, além, claro, das tradicionais esfihas e kibes. Na parte de pratos frios, você pode encontrar coalhada seca, hommos, quibe cru, tabule, entre outros que eu não sei o nome. Além dos salgados, há algumas opções de doces árabes também.

O restaurante tem duas unidades, Vila Olímpia e Bela Cintra, onde eu fui. A decoração não é muito sofisticada, mas bem é agradável. Eu, particularmente, o achei muito bonito. O atendimento foi excelente e não deixou nada a desejar.

Não sei se todo fim de semana é assim, mas pelo menos nesta sexta-feira que eu fui, havia duas dançarinas de dança do ventre que deram um verdadeiro show. Ao longo da noite, a música aumentava e elas circulavam pelo salão requebrando os quadris (os árabes devem estar me xingando agora, mas eles que me perdoem, porque é assim que nós falamos no Brasil).

Pra quem não quer o rodízio, o menu oferece muitas opções de pratos à la carte, e o melhor é que no site você pode checar o preço de tudo antes de ir. O rodízio no almoço de segunda a sexta sai R$ 49,00, e aos sábados domingo e feriados R$ 53,00. No jantar ele sobe para R$ 59,00, seja durante ou no fim da semana. Um preço é um pouco apimentado, mas justo.

Serviço
Folha de Uva
Rua Bela Cintra, 1435 – Jardins
Rua Olimpíadas, 360 Shopping Vila Olímpia lj 509
www.folhadeuva.com

jan 19, 2011
temperourbano

Bendita Hora: a melhor pizza de abobrinha!

 

Gostam de pizza de abobrinha? Dessas vocês vão gostar, tenho certeza! Essa só pode ser a especialidade da pizzaria Bendita Hora. Não tem nada melhor! Até mesmo quem tem aversão a tudo o que é saudável, principalmente se for verde, não vai resistir! Ainda mais com aquele irresistível parmesão gratinado…huuum!

Outras duas ótimas opções são as pizzas de Parma e a Brasileira (mussarela, palmito, catupiry e alho poro). Certeza que há muitos outros sabores para eu indicar aqui, mas nas duas vezes em que fui ao restaurante, comi apenas esses. São tão boas que não resisti em repetir a experiência! A pizza grande lá é cortada em 12 pedaços e custa em média R$ 56,00.

Recomendo a vocês a irem conhecer a unidade de Perdizes, na Rua Vanderlei, 795. O lugar é maravilhoso, super agradável e muito aconchegante. Tem uma espécie de sala de espera com uma vitrola e vários LPs pra você ouvir a música que quiser. O espaço é enorme e lá embaixo tem um grande jardim com várias mesas, e é o melhor lugar para se sentar. O ambiente é um pouco escuro e as mesas são iluminadas com velas, o que dá ao lugar um ar muito romântico.

Além desta unidade, há também uma Bendita Hora em Alphaville, que eu não conheço, mas pelas fotos parece ser muito bonita, e uma em Moema, onde fui outro dia. Esta é bem menor que a de Perdizes, mas também é bonita, mesmo sem o espaço do jardim. Lá pude provar também uma das entradas, o Crostine (cerca de R$ 10,00), uma espécie de massa de pizza bem fininha levemente temperada. Nada que você não possa ficar sem.

O atendimento nas duas pizzarias foi ótimo. Os garçons sabem te deixar bem à vontade, o que pra mim conta muito, pois odeio aqueles lugares onde você mal acaba de comer um pedaço e já vem alguém tentando te empurrar outro.

Infelizmente eles só vendem cerveja longneck, como na maioria dos restaurantes. Não me recordo de todas, só sei que vendem Stella Artois (R$ 6,00). Recomendo provarem as caipirinhas de pinga (R$ 12,00), uma delícia. Muito bem feitas, caprichadas e por um preço muito justo.

Para encerrar com chave de ouro, ao invés de trazer aquelas balas baratas e muitas vezes horríveis, eles servem uma bala de pinga que é tudo de bom!

A pizzaria tem uma pequena e valiosa coleção de prêmios. Já foi eleita diversas vezes pelas revistas Quatro Rodas, Época e Veja como a melhor pizzaria de São Paulo. A iluminação do lugar não ajudou muito nas fotos, então terão que conferir tudo com os próprios olhos!

jan 17, 2011
temperourbano

Mondo Gelato

 

Esta sorveteria fechou!

A melhor decisão de ontem foi quando cedi à tentação de ir experimentar uma das novas sorveterias da região, a Mondo Gelato. Ela fica um pouco escondida na rua, então, se for de carro, passe devagar, caso contrário poderá não reparar na pequena portinha.

A atendente é um amor e não se importará em deixar você experimentar todos os sabores. Não fiz isso, mas confesso que vontade não me faltou! Mas o local também não oferece muitas opções. Na verdade, são bem poucas! Não chega nem a dez. ontem havia de manga, torta de limão, amora, chocolate, ferreiro rocher, menta com chocolate e mais dois sabores que não me recordo.

Experimentei o de amora, manga e também o de chocolate. Uma verdadeira delícia! Lambuzei-me que nem criança. Na minha opinião, vale cada centavo gasto. O preço não é muito apetitoso, mas a porção de 2 bolas no copinho (R$ 10,50) é muito bem servida e não deixou a desejar. Na casquinha é um pouco mais barato (R$ 7,50), talvez porque venha menos. Mas há também a opção de 1 bola apenas, o que sai um pouco mais barato e deve ser suficiente para quem não é guloso que nem eu.

Além de sorvete, a casa oferece torta gelada, café, capuccino, entre outras coisas do tipo. Não sei vocês, mas já me tornei um dos principais fregueses!

Mondo Gelato
R. Nanuque, 540
Vila Leopoldina

jan 16, 2011
temperourbano

Bravíssimo!

 

Quem mora em Moema ou nos arredores, não pode deixar de experimentar este tempero urbano especial chamado Bravo! Pizza Bar. Já fui nessa pizzaria duas vezes e pretendo voltar muitas outras vezes.

O atendimento é excelente, os garçons são atenciosos, o ambiente é super aconchegante e a comida, é claro, uma delícia.  Há uma grande seleção de azeites de todos os cantos do mundo. Ontem experimentei um grego, espanhol e, o melhor de todos, um italiano feito com funghi. Stupendo!

De entrada, eu aconselho provarem o Bravíssimo (R$ 9,50), um pão com calabresa de dar água na boca. Eu não sei vocês, mas quando vou a uma pizzaria de qualidade, nem passo perto dos sabores tradicionais. Pra comer pizza de muzzarela, caturipy ou portuguesa eu ligo para o delivery perto de casa.

O lugar oferece 41 sabores de pizza! Nessas duas vezes que fui à Bravo, pude experimentar a Caprese (Molho de tomate, mozarela, finalizada fora do forno com tomate caqui em rodelas, mozarella de bufala sob pesto de azeitonas pretas), Di Parma (Molho de tomate, mozzarela, presunto parma e aspargos verdes) e Massima (Molho de tomate, queijo brie, abobrinhas em rodelas salpicadas e azeitonas pretas fatiadas).

O valor dessas pizzas especiais varia de R$40 a R$60, o que a meu a ver parece ser um preço justo. Reparei que o restaurante tem uma boa adega, mas infelizmente não cheguei a ver o cardápio de vinhos.

Além de pizzas, eles servem também pratos quentes, mas como não os provei, ficarei devendo mais detalhes dessa parte do cardápio.

Este é um ótimo lugar para ir com a família, ainda mais se você tiver crianças. O segundo andar abriga o que eles chamam de Super Brinquedão, uma divertida área para os pequenos brincarem com a supervisão de monitores.

Bravo! Pizza Bar
Av. Iraí, 516 – Moema
(11) 2339-2337
www.bravopizzabar.com.br

Páginas:«1...4849505152535455»

Contato

Quer entrar em contato com o blog? Então anote o nosso e-mail: temperourbano@gmail.com