jan 27, 2012
temperourbano

Barbados parte IV: passeios turísticos

 

Fugindo um pouco da gastronomia, vamos falar neste post sobre as atrações turísticas de Barbados. Apesar de ser pequena, há muito que ver e fazer por ali, a começar pelas maravilhosas praias.

Para termos mais liberdade para circular pela ilha, alugamos um carro. Tentamos achar um logo que aterrissamos, no aeroporto mesmo, mas não havia veículos pequenos disponíveis. No dia seguinte, ligamos para algumas empresas e acabamos escolhendo a Coconut Car Rentalls. Optamos pelo Suzuki Swift, 4 portas, automático (a direção na ilha é na mão inglesa) e com ar-condicionado (R$ 525,00 por 7 dias). Algumas horas depois o carro já estava no nosso hotel, muito prático!

Há inúmeras praias na ilha pra você conhecer. Posso ficar aqui listando várias delas, mas meu conselho é que você pegue o carro e um mapa e saia dirigindo. Vai errar muito, se perder horrores, mas garanto que é a melhor forma de descobrir lugares paradisíacos.

Um lugar que não podem deixar de conhecer é Batsheba, uma região de praias com ondas fortes – onde só surfistas se aventuram no mar – e com formações rochosas incríveis. Não foi nada fácil chegar aqui, pois é muito longe e a sinalização (se é que existe!) é péssima! Pare no caminho para conhecer a Crane Beach, praia que só tem acesso pelo hotel The Crane. A vista é magnífica!

Há uma caverna muito famosa em Barbados, a Harrison’s Cave, que é muito procurada pelos turistas. Um casal de amigos foi e nos contou que está tão artificial que não vale a pena. No lugar dela, optamos por conhecer a Animal Flower Cave, no extremo norte da ilha. É de tirar o fôlego!

Um dos melhores passeios que você pode fazer na ilha é o de catamarã! Há várias empresas oferecendo o serviço, mas decidimos ir pelo El Tigre Catamaran. É uma delícia! O barco o levará para conhecer um bom pedaço da costa oeste, nadar com as tartarugas e mergulhar com snorkel e ver navios naufragados. O preço é um pouco salgado (cerca de R$ 150 por pessoa), mas vale cada centavo. Tem duração de cerca de 5 horas e inclui almoço. As bebidas são a vontade e tem de tudo: água, suco, refrigerante, cerveja, vodka… Cuidado pra não beber demais e passar mal, hein!

No mesmo dia que fizemos esse passeio, fomos jantar no Harbours Light, um espetáculo que reúne muita música, acrobacia, espetáculos culturais e malabarismo tudo numa noite só. O lugar faz lembrar um lual, pois as mesas ficam na areia e cercadas de várias tochas. Há apresentações de todos os tipos e o público é convidado a participar de algumas das brincadeiras. A atração inclui um farto e delicioso jantar e as bebidas estão todas inclusas (cerveja, refrigerante, e drinks tropicais). Após o show, começa uma balada bem animada, aberta aqueles que não participaram do jantar.

Outro ponto turístico muito interessante de conhecer é o Mercado de Peixe de Oistins, uma grande feira (festa) gastronômica repleta de barraquinhas de comida. Dizem que sexta-feira é o melhor dia para ir, mas prepare-se porque é uma bagunça, extremamente cheio e bastante barulhento!

Lá você encontrará uma enorme variedade de peixes para comer, além de camarões, lagostas e outras opções. No local que escolhemos, vinha ainda como acompanhamento salada, uma torta de macarrão típica de lá, arroz e batata. O prato, como pode ver na foto abaixo, era um monstro!  Haja estômago e fome para tudo isso!

Se você estiver pensando em ir para Barbados e quiser nos perguntar alguma coisa, tirar alguma dúvida, deixe um comentário abaixo e teremos o enorme prazer em ajudá-lo!

Leave a comment

Contato

Quer entrar em contato com o blog? Então anote o nosso e-mail: temperourbano@gmail.com