abr 13, 2016
temperourbano

Restaurantes de SP que servem pratos veganos

 

Quem é vegano costuma ter uma grande dificuldade em achar bons lugares para comer que não sejam aqueles restaurantes específicos para esse público e que só servem comida vegeteriana e vegana. Para ajudá-los a encontrar alternativas, selecionamos cinco casas que incluíram em seus cardápios deliciosas receitas livres de ingredientes animais.

Confira:

Sassá Sushi
O restaurante tem um cardápio orgânico que contempla criações vegetarianas e veganas, como a Berinjela com Alho (R$ 20), Abobrinha Orgânica com Flor de Sal (R$ 19), Tofu Flambado com Alho e Pimenta (R$ 21), Shitake (R$ 22) e Avocado Picante (R$ 21 – foto), todos servidos com arroz integral e em seis porções. Nos temakis considerados veganos estão o Califórnia (R$ 23) e Shimeji (R$ 23).
Entre as receitas quentes, estão o Harussame com Vegetais (R$ 30), Yakissoba Vegetariano (R$ 35) e Mix de Shimeji e Shitake (R$ 41).

sassá sushi traz opções veganas

 

Lilóri Pães e Doces
A padaria artesanal traz uma série de opções de salgados, lanches e pratos livres de glúten, lácteos, proteína de soja e conservantes. Destauqe para o Hamburguer Vegano (R$37), servido com dois acompanhamentos à escolha do cliente, Sanduíche de cogumelos com cebola caramelizada (R$38), e a Tapioca Chocofit (R$16), feita com ganache de chocolate e biomassa de banana verde.

1900 Pizzeria
Os veganos contam com três sabores de pizza: Verdure com cobertura de Abobrinha, Berinjela, Tomate assado com Ervas e Mozzarela vegana (R$ 78,20); a Vivere com Ricota vegana, Tomate Cereja, Azeitonas pretas e Manjericão (R$ 86,70); e a Vitalità que leva Mortadela Vegana, Mozzarela Vegana, Champignon, Pimenta Biquinho e Manjericão gigante (R$ 89,70). A mozzarela vegana é elaborada com óleo de côco, não contém glúten nem lactose e a Ricota vegana é feita à base de Tofú. As redondas veganas, contudo, só estarão disponíveis nas sete unidades da rede entre os dias 11/04 a 31/05.

pizza vegana da 1900 pizzeria

 

Le Manjue
Famosa por oferecer uma culinária orgânica e funcional, a casa tem uma boa variedade de pratos livres de ingredientes animais, como o Tartare Vegano, feito de homus de castanha de caju com rúcula, cubos de cenoura branqueadas envolvida em lentilha, especiarias e broto do dia; e a Moqueca de Shitake com Palmito, acompanha arroz de castanhas com coco e salsa, farofa de cúrcuma e molho de pimenta da casa.

Di Fondi Pizza
O restaurante traz no cardápio uma opção de massa austríaca sem glúten, a Schär, além de diversos recheios que levam queijo sem lactose, como a Da Vila (molho de tomate, muçarela, abobrinha grelhada, cebola caramelizada e shimeji – R$37/R$69), e a Carciofi (molho de tomate, muçarela, alcachofra e pesto de rúcula – R$36/R$68.

Praça São Lourenço
A opção cruelty free da casa fica por conta do Canelone Vegano, feito com pupunha e recheado de abóbora assada, tofu defumado e castanhas do Brasil com ragu de cogumelos, edamame e ervas frescas (R$ 45).

Praca Sao Lourenco Chef - Felipe Mirassierras Canelone Vegano

 

 

 

Leave a comment

Contato

Quer entrar em contato com o blog? Então anote o nosso e-mail: temperourbano@gmail.com